Saúde

Mais 55 mil cirurgias plásticas estéticas foram realizadas no ES em 2022

29 nov 2023 - 13:41

Redação Em Dia ES

Share
No Brasil, as cirurgias mais realizadas foram lipoaspiração, aumento de mama, cirurgias de pálpebras, o aumento de nádegas e abdominoplastia
Mais 55 mil cirurgias plásticas estéticas foram realizadas no ES em 2022. Foto: Getty Images

A Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) divulgou os resultados de sua pesquisa de 2023 referente a 2022 e o relatório mostra um aumento geral de 11,2% nos procedimento realizados por cirurgiões plásticos em 2022, com mais de 14,9 milhões de procedimentos cirúrgicos. No Brasil, o aumento foi ainda mais significativo, com aumento de 25,5%.

No Espírito Santo foram realizadas mais 55 mil cirurgias plásticas estéticas em 2022. Houve um aumento de 26% de 2021 para 2022 e a cirurgia mais realizada foi a lipoaspiração.

A pesquisa revelou que o Brasil é o primeiro país do mundo em que mais se realiza cirurgias plásticas, ultrapassando os Estados Unidos, em 2022. O país realizou cerca de mais de 2,05 milhões de cirurgias plásticas no ano passado e de acordo com o cirurgião plástico, Ariosto Santos, a tendência é de que em 2023 também tenha um aumento no número de cirurgias em relação ao ano de 2022.

“De modo geral, o aumento dos procedimentos corporais refletem a experiência de recuperação do impacto da COVID-19 no ano anterior aos procedimentos estéticos e os números atuais ultrapassam os anteriores à pandemia. Uma busca crescente por melhorias estéticas em diversas áreas do corpo e com base nos dados atuais refletem também a contínua evolução e aceitação da cirurgia estética, proporcionando resultados valiosos sobre as preferências e tendências em busca da autoestima e satisfação pessoal”, destaca o médico.

A lipoaspiração foi o procedimento cirúrgico mais realizado em 2022 no mundo, assim como em 2021, com mais de 2,3 milhões de procedimentos e um aumento de 21,1%. Os cinco principais procedimentos cirúrgicos realizados no mundo foram lipoaspiração, aumento de mama, cirurgia de pálpebras, abdominoplastia e lifting de mama que substitui a rinoplastia.

Segundo ainda aponta o relatório da ISAPS, o aumento de nádegas apresenta o maior crescimento, 56,8%, com mais de 820 mil procedimentos cirúrgicos realizados. No geral, os procedimentos corporais e de extremidades aumentaram 25,3%.

No Brasil, as cirurgias mais realizadas foram lipoaspiração, aumento de mama, cirurgias de pálpebras, o aumento de nádegas e abdominoplastia.

0
0

Atualizado 10 dez 2023 - 23:00

Se você observou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, nos avise. Clique no botão ALGO ERRADO, vamos corrigi-la o mais breve possível. A equipe do EmDiaES agradece sua interação.

Comunicar erro

* Não é necessário adicionar o link da matéria, será enviado automaticamente.

A equipe do site EmDiaES agradece sua interação.