polícia

Polícia investiga circunstâncias da morte de trabalhador em fábrica da Suzano, em Aracruz

05 jul 2024 - 13:41

Redação Em Dia ES

Share
Ocorrência da Polícia Militar relatou que o funcionário estava realizando manutenção em uma das máquinas quando aconteceu o acidente
Polícia investiga circunstâncias da morte de trabalhador em fábrica da Suzano. Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte de um trabalhador da fábrica de celulose Suzano, em Aracruz, Norte do Estado, na madrugada desta quinta-feira (4). Rodrigo Silva, de 37 anos, trabalhava como operador assistente da área de Preparo de Madeira.

Ao portal A Gazeta, o Sindicato dos Trabalhadores Químicos e Papeleiros do Espírito Santo (Sinticel) informou que Rodrigo trabalhava no setor de picagem de toras e uma de suas atribuições era fazer a limpeza da correia que transporta o resíduo da madeira para o triturador, onde se torna combustível para as caldeiras.

Nessa tarefa, ele, por algum motivo, teria escorregado, caído e ficado preso ao rolo da correia.

A ocorrência da Polícia Militar relatou que o funcionário estava realizando manutenção em uma das máquinas quando aconteceu o acidente.

A perícia da Polícia Científica esteve no local do acidente para remover o corpo da vítima e colher informações sobre a morte de Rodrigo. Ele era funcionário da empresa desde o ano passado e deixou esposa.

Em nota enviada ao Em Dia ES, a empresa informa que lamenta a morte de Rodrigo e se solidariza com familiares e colegas da vítima. “Informamos que estamos prestando toda a assistência nesse momento de profundo pesar. A empresa também acionou os órgãos oficiais e está apurando as circunstâncias da ocorrência”, conclui a nota.

1
0

Atualizado 05 jul 2024 - 16:20

Se você observou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, nos avise. Clique no botão ALGO ERRADO, vamos corrigi-la o mais breve possível. A equipe do EmDiaES agradece sua interação.

Comunicar erro

* Não é necessário adicionar o link da matéria, será enviado automaticamente.

A equipe do site EmDiaES agradece sua interação.