entretenimento

Igor Colombo traz novos ares à MPB produzida no Espírito Santo

14 maio 2024 - 08:46

Redação Em Dia ES

Share
De acordo com o músico, a inspiração para o trabalho partiu do luto pela morte do pai em 2019
Gravado no Estúdio da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), “Saudade Solar” revela um compositor que preza pelo cuidado com as letras, melodias e arranjos das canções. Foto: ASCOM Secult

O cantor e compositor Igor Colombo, de 25 anos, traz novos ares à MPB produzida no Espírito Santo com o lançamento do seu primeiro álbum, “Saudade Solar”. O trabalho reúne 12 composições de sua autoria, com referências diversas que perpassam o Clube da Esquina, a Tropicália, The Beatles e Frank Zappa. O álbum estreia nos palcos na próxima quarta-feira (15), com apresentação gratuita na Casa da Música Sônia Cabral, no Centro de Vitória, a partir das 20h.

De acordo com o músico, a inspiração para o trabalho partiu do luto pela morte do pai em 2019. Do sentimento de saudade nasceram as canções do álbum, que expressam a resiliência do compositor diante da ausência de um ente querido e a necessidade de seguir a vida em frente.

“‘Saudade Solar’ é uma viagem entre emoções complexas que buscam expurgar tudo aquilo que foi sentido nos últimos quatro anos”, afirma Igor Colombo.

Ele cita como exemplo a música “Deixa fluir”, canção com influência de Lô Borges que mescla o sentimento do luto com as vivências provocadas pela pandemia da Covid-19.

“Em ambos os casos, gostaríamos de estar perto das pessoas que amamos, mas temos que aceitar o fato de que não podemos vê-las, e a coisa mais saudável a se fazer nesses momentos é aceitar, deixar a vida fluir e deixá-la nos levar a novas experiências”, observa.

Além dos laços afetivos, a homenagem ao pai se estende à influência musical.

“Meu pai, Horácio, era um músico amador que sempre participou de bandas que tocavam músicas da Jovem Guarda, The Ventures e similares. Ele também foi um compositor com um número considerável de canções. Posso considerá-lo como minha primeira referência musical, juntamente com o meu irmão mais velho, Renan Simões, que seguiu carreira acadêmica e hoje é professor de música da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)”, conta o artista.

Progressivo
Gravado no Estúdio da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), “Saudade Solar” revela um compositor que preza pelo cuidado com as letras, melodias e arranjos das canções. Acompanhado por instrumentos de cordas dedilhadas, sopros, teclados e percussão, Igor Colombo transita por diferentes ritmos, flertando com o rock progressivo e o jazz, porém sempre com a base fincada na MPB.

Ao longo do álbum, chamam a atenção o jazz-rock “O amanhã não será meu”, o clima etéreo de “Sorte no caminho” (que bebe na fonte do “Trem azul”, de Lô Borges e Ronaldo Bastos) e a balada soul “Vou dizer”, que emula Djavan e as canções easy listening de vocação radiofônica.

Formação
Essa versatilidade é, provavelmente, fruto de sua formação acadêmica – ele é graduado em Licenciatura em Música pela Ufes – e de suas referências musicais diversas, que incluem Caetano Veloso, Gilberto Gil e Djavan, no estilo de interpretação; David Bowie, Beto Guedes, Elliot Smith e Frank Zappa, nas melodias e progressões harmônicas; e Moacir Santos e Frank Zappa, nos arranjos. “Na forma de organizar as palavras, acentuação e tipo de rima, muito do que ouvi de rap (principalmente Criolo, BK e Exu do Blues) me ajudou a construir coisas que acredito serem ritmicamente interessantes”, acrescenta Igor Colombro.

Para o show de lançamento, no dia 15 de maio, o artista prepara um repertório composto por todas as músicas presentes no álbum, incluindo os singles “Cataquiporá” e “Doce Terra”, já disponíveis nas plataformas digitais. “Prefiro fazer shows em espaços interessantes e que proporcionem uma apresentação de qualidade, como a Casa da Música Sônia Cabral. Será uma noite especial”, arremata.

Serviço:
Lançamento do álbum “Saudade Solar”, de Igor Colombo
Quando: 15/05 (quarta-feira)
Horário: às 20 horas
Local: Casa da Música Sônia Cabral, Praça João Clímaco, Centro de Vitória
Entrada gratuita

Mais informações no perfil do artista no Instagram

0
0

Atualizado 14 maio 2024 - 08:40

Se você observou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, nos avise. Clique no botão ALGO ERRADO, vamos corrigi-la o mais breve possível. A equipe do EmDiaES agradece sua interação.

Comunicar erro

* Não é necessário adicionar o link da matéria, será enviado automaticamente.

A equipe do site EmDiaES agradece sua interação.